O que comemorar?

patriaProfº Marins

Muitas pessoas me perguntam o que comemorar nesta Semana da Pátria. Minha resposta é sempre a mesma: a Pátria!

Muita gente confunde Pátria com governo. Pátria e governo são coisas distintas. Pátria (do latim “patriota”, terra paterna) indica a terra natal ou adotiva de um ser humano, que se sente ligado por vínculos afetivos, culturais, de valores e históricos. É isso que temos que comemorar. Temos que comemorar o Brasil e não os governantes de plantão (por melhores ou piores que sejam). Eles passam, a Pátria fica.

É preciso também não confundir a Pátria com os maus brasileiros. É preciso não confundir a pátria com os corruptos, com os enganadores, com os sem palavra, com os criminosos de todos os tipos, com aqueles que nos envergonham. É preciso lembrar que a enorme maioria dos brasileiros acorda cedo, trabalha duro, cuida da família, faz a sua parte para que o Brasil seja melhor. Basta pensar um pouco mais para ver que há mais pessoas honestas do que desonestas mais pessoas boas do que más.

E temos vantagens comparativas que não podemos nos esquecer: não temos problemas de fronteira; não temos problemas étnicos ou religiosos sensíveis; nosso agronegócio está entre os mais desenvolvidos do mundo; temos um só idioma oficial (a Índia tem 25) e somos uma democracia constitucional consolidada. Basta olhar para o resto do mundo para ver nossas vantagens comparativas.

As eleições estão por aí. Todos nós sabemos o quanto mais ainda precisamos e merecemos. O quanto temos que mudar para melhor na educação, na saúde, na segurança, nos transportes, etc. etc. O destino da Pátria estará em nossas mãos. Se elegermos mal, a Pátria sofrerá, todos nós sofreremos.

Pense nisso. Sucesso! Comemore o Brasil. Ele merece e não tem culpa de nada.

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Oportunidade de emprego

1 Despachante de encomendas – VCB – SP
1 Lavador/Manobrista – VCB – Hab:”D”
1 Cobrador de Ônibus – VCB – Campo Belo
1 Motorista – Viação Formiga – HAB:”D”
1 Frentista – Posto Prodoeste
1 Suinocultor – Arapé
1 Suinocultor – Arapé Bambuí
2 vendedores – Prodoeste Tratores Curvelo
1 Montador de implementos – Prodoeste Tratores Bom Despacho
2 Mecânicos – Prodoeste Tratores Bom Despacho

Os interessados poderão preencher ou atualizar seus currículos na Rua Alexandre José de Oliveira, 330, Souza e Silva, Formiga (MG) ou enviar para o e-mail recrutamento@amep.com.br Contato: (37) 3329-1736.

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

II Encontro dos Profissionais de apoio da Prodoeste

DSC09106Aconteceu nos dias 22 e 23 de agosto, o II EPAP – ENCONTRO DOS PROFISSIONAIS DE APOIO DA PRODOESTE. O evento teve início às 18 horas e foi finalizado com um almoço de confraternização no sábado.

O encontro teve como objetivo promover a aplicação e atualização de conhecimentos técnicos dos profissionais de cada filial, através da apresentação de assuntos relevantes relacionados aos departamentos de Crédito e Cobrança, Contabilidade e Pessoal, bem como promover uma maior integração e sinergia entre os membros da equipe.

“O evento superou a primeira edição, que já foi muito boa. Desta vez ele foi mais objetivo e dinâmico. As ações de integração surtiram o efeito desejado.” comentou Carlos Eduardo Bitencourt, do Departamento de Contabilidade, em Formiga.

 

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Cumprir a palavra


Figura14Profº Marins

Tenho recebido dezenas de mensagens de pessoas que reclamam do desaparecimento da virtude de cumprir a palavra. O que mais me chama a atenção nessas mensagens é que a maioria delas é de pessoas jovens, abaixo dos 35 anos. Digo isso porque há uma ideia de que cumprir a palavra é coisa do passado ou de “pessoas velhas”.

É realmente incrível como as pessoas não cumprem a palavra. Dizer ou não dizer; prometer ou não prometer parece ser a mesma coisa. E a consequência do desaparecimento dessa pequena virtude é que todos perdem. Perde o que deu a palavra e não cumpriu, pois sua credibilidade foi para o ralo e ninguém mais, em sã consciência, acreditará em qualquer coisa que ela disser ou prometer e perde, obviamente, a vítima do não cumprimento que foi enganada, acreditando na palavra de alguém.

Conversei com vários profissionais do comportamento humano sobre as possíveis causas dessa praga que está assolando o mundo atual e poucos conseguiram me responder. Não se cumpre mais horário, nem prazo, nem mesmo pequenas coisas de pouco valor. Dar retorno é quase um milagre. As pessoas prometem retornar uma ligação ou uma informação e simplesmente desaparecem.

Isso sem falar nos negócios. As mensagens que recebo contam histórias incríveis de vendedores que prometeram e não cumpriram, enganaram e até mesmo de clientes que prometeram um deter-minado pagamento e depois disseram não ter prometido. Pequenos golpes parecem ser absolutamente a regra. “Deposito amanhã o seu dinheiro” e não depositar; mudar cláusulas de uma negociação; fazer medições fraudulentas, etc. etc. E um respeitado advogado me disse que nem mesmo contratos assinados são hoje cumpridos totalmente – o que sobrecarrega a justiça. Parece que ninguém mais cumpre a palavra, me disse um juiz de direito com inúmeras causas desse teor.

Será que realmente cumprir a palavra caiu de moda? Como viver num mundo onde a desconfiança é a regra? Como conviver numa realidade em que o que as pessoas falam e prometem nem sempre será a verdade? Será que não estamos dando, todos nós, um tiro nos próprios pés e todos perdendo?

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Oportunidade de emprego

1 Despachante de encomendas – VCB
1 Lavador/Manobrista – VCB – Hab: ”D”
1 Cobrador de Ônibus – VCB – Campo Belo
1 Frentista – Posto Prodoeste
1 Suinocultor – Arapé
1 Suinocultor – Arapé Bambuí
2 vendedores – Prodoeste Tratores Curvelo
2 Mecânicos – Prodoeste Tratores Bom Despacho
1 Montador de implementos – Prodoeste Tratores Bom Despacho

Os interessados poderão preencher ou atualizar seus currículos na Rua Alexandre José de Oliveira, 330, Souza e Silva, Formiga (MG) ou enviar para o e-mail recrutamento@amep.com.br Contato: (37) 3329-1736.

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

O desafio de enfrentar o inesperado

Profº Marins

Figura13Escrevo esta mensagem sob o impacto da notícia da morte de Eduardo Campos, candidato à presidência da república. Planos elaborados, projetos definidos, entrevistas marcadas, agenda lotada… tudo cessou nos segundos do acidente fatal. A grande verdade da vida é que tragédias acontecem e quando ocorrem sentimos com toda a força o peso de nossa pequenez.

É por esse sentimento de impotência que um dos temas mais recorrentes da mitologia, do teatro, da literatura, tanto na antiguidade como hoje é a tragédia. Aliás, o termo tragédia vem do grego “tragodia” que significa uma peça de teatro cujo desfecho é sempre um acontecimento funesto. Assim, um dos maiores desafios do ser humano é enfrentar o inesperado, o imprevisto, a catástrofe, a tragédia. Guerras, terremotos, erupções vulcânicas, tornados e furacões, enchentes, secas, acidentes, epidemias… São milhões de pessoas que se veem de uma hora para outra desprovidas de chão, de segurança, de abrigo, de alimentação, de saúde. Estamos comemorando em 2014 os 100 anos da Primeira Grande Guerra (1914-1918) quando 19 milhões de pessoas (nove milhões de militares e dez milhões de civis) perderam a vida. Some-se a isso a gripe espanhola que matou 40 milhões de pessoas entre 1918-1919.

E o que fazer frente ao inesperado?

Filósofos, psicólogos, psicanalistas, psiquiatras e mesmo teólogos estudam e escrevem sobre esse desafio e, embora tenham visões diferentes sobre o tema, todos parecem concordar numa coisa: é preciso seguir em frente e buscar dentro e fora de nós as forças necessárias não para esquecer, mas para enfrentar a realidade pós-tragédia, seja ela qual for. Temos que não nos deixar imobilizar pelo inesperado. Temos que continuar o caminho, a luta. E temos que compreender que tragédias ocorrem e que ninguém delas estará livre e vida continua.

Assim, a mensagem é a de que ao mesmo tempo em que temos que enfrentar o inesperado quando ele ocorre e seguir em frente, temos que fazer tudo o que esteja ao nosso alcance para não facilitar a ocorrência de tragédias, muitas delas evitáveis se formos mais previdentes. Temos que fazer a nossa parte com toda a consciência para promover a segurança, a saúde e a paz em todos os ambientes. Temos que ser previdentes e usar toda a nossa inteligência e vontade para evitar tragédias evitáveis.

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Oportunidade de emprego

1 cobrador – Viação campo Belo
1 cobrador – Viação campo Belo – garagem CB
1 Lavador/Manobrista – Viação Campo Belo – Hab: ”D”
1 Frentista – Posto Prodoeste
1 Auxiliar Administrativo
1 Auxiliar de produção – Arapé
1 Suinocultor – Arapé
1 Suinocultor – Arapé Bambuí
2 Mecânicos – Prodoeste Tratores Bom Despacho
1 Montador de implementos agrícolas – Prodoeste Tratores Bom Despacho
1 Auxiliar Administrativo – Prodoeste Tratores Bom Despacho
1 Vendedor de peças – Prodoeste Tratores Curvelo
1 Vendedor de Tratores – Prodoeste Tratores Curvelo

Os interessados poderão preencher ou atualizar seus currículos na Rua Alexandre José de Oliveira, 330, Souza e Silva, Formiga (MG) ou enviar para o e-mail recrutamento@amep.com.br Contato: (37) 3329-1736.

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Dia dos Pais foi celebrado com informação e prevenção.

Figura12Nesta segunda, 11 de agosto, mais de 80 funcionários da Amep e empresas controladas foram recebidos para uma ação em comemoração ao Dia dos Pais. Os departamentos de Marketing e RH prepararam um café da manhã, seguido de uma palestra com o tema “Prevenção contra o Câncer”. Houve ainda sorteios de presentes para os colaboradores.

O evento aconteceu no auditório do RH e contou com a fundamental parceria da ACCCOM (Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas), que mostrou a todos os pais a importância de se prevenirem contra o câncer.

“É necessário que se tenha uma conversa clara sobre este assunto, pois o homem não se preocupa muito com a saúde, muitos procuram o médico quando a doença já se encontra em estado avançado, algo que tem dificultado muito o tratamento. O homem deve sempre fazer exames periodicamente e procurar garantir uma boa saúde, para que possam ter uma efetiva participação na vida de seus filhos”, afirmou Altair Oliveira enfermeiro da ACCCOM.

Segundo Aluísio Fernandes, Gerente de Contabilidade da Amep, “A iniciativa foi louvável e pioneira. O tema foi muito bem abordado pelo palestrante que transmitiu a informação de maneira clara e eficiente”.

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Motoristas participam de Treinamento do Sest Senat

Figura2Os colaboradores da Viação Formiga participaram no dia 08 de agosto, de um treinamento sobre “Atualização na Condução Segura e Econômica”. O curso aconteceu no Sest Senat e foi ministrado pelo instrutor Wander de Lima, o objetivo foi reciclar e capacitar os motoristas para uma direção mais segura e de qualidade.

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Desentulhe sua empresa

Figura12Profº Marins

A famosa revista inglesa THE ECONOMIST publicou na edição de 02 de agosto de 2014 um interessante artigo sobre como a complexidade, o entulhamento, a burocracia excessiva, a perda de tempo com e-mails, etc. estão prejudicando pessoas e empresas. O artigo começa com a citação de Peter Drucker: “Muito do que chamamos de gerenciamento consiste em dificultar o trabalho das pessoas” e comenta que “nove anos após a morte do guru da administração, sua observação é mais verdadeira do que nunca: os funcionários muitas vezes têm de navegar num mar de entulhos – desde caixas de entrada lotadas de mensagens até reuniões intermináveis e longas listas de objetivos e metas mal definidos – antes que eles possam se concentrar em seu trabalho real. Nos últimos 50 anos os fabricantes lutaram com sucesso para agilizar seus chãos de fábrica e torná-los “enxutos” (lean production). Hoje, as empresas de todos os tipos precisam fazer o mesmo em seus escritórios”.

As complicações começam com “indicadores de desempenho e performance” que hoje se multiplicam e vão até reuniões intermináveis, caixas de e-mail lotadas, objetivos mal definidos e metas irrealizáveis. Estudos mostram que os executivos passam 15% do seu tempo em reuniões, muitas delas sem objetivo algum.

As maiores empresas do mundo estão numa batalha dura contra a burocracia desnecessária, o entulhamento de tarefas inúteis e tudo o que tira as pessoas do seu foco principal. “A Lenovo, uma fabricante chinesa de computadores permite que qualquer membro de uma reunião a interrompa se o assunto estiver fora da pauta, da mesma forma como a Toyota, a montadora japonesa, dá aos trabalhadores da produção o poder de parar as linhas de montagem quando detectar problemas”, afirma a revista. E ainda mostra que uma grande empresa de consultoria afirma que um fabricante que ela estudou fez uma poupança equivalente ao corte de 200 postos de trabalho, reduzindo o tempo de reuniões para um tempo máximo de 30 minutos e limitando para sete o número de pessoas que poderiam participar. A revista ainda cita: ‘“A Seagate Technology, uma empresa de armazenamento de dados, e a Boeing, uma indústria de aviões, responsabilizam seus executivos pela ‘carga organizacional’ que eles impõem aos seus subordinados em termos de reuniões, memorandos e iniciativas…”’. E o artigo termina dizendo que “o recurso mais valioso que muitas empresas têm é o tempo de seus funcionários” e que as empresas são melhores em gerenciar seus ativos financeiros do que o tempo.

Agora analise a sua empresa, o seu dia a dia e veja quanto entulho você deve jogar fora.

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário