O choque alemão

Figura1Profº Marins

Nestes tempos pós-Copa, ainda chocados pelos 7×1 e pelos 3×0 vejo os brasileiros, ainda atordoados, querendo tirar lições, discutir causas, buscar culpados. E as palavras que mais tenho ouvido são “disciplina” e “planejamento”. A vitória alemã parece ter nos acordado para a importância do planejamento a longo prazo, sério, contínuo, honesto e para a disciplina necessária para que as coisas aconteçam, de fato.

Parece que, de repente, o tal jeitinho brasileiro, o “primeiro pular do prédio para depois ver como vai cair” está sendo questionado de forma definitiva. Até mesmo esse “oba-oba” emocional com nossos ídolos sem deles exigir total competência, está nos causando um dolorido “meia culpa”. Se temos tudo para ser ricos, para ser felizes como povo e como nação, por que não somos? Se temos tudo para vencer, por que não vencemos? Se somos um dos países mais abençoados da terra em riquezas naturais e abundância, por que há tanta pobreza? E essas perguntas não querem calar na alma Tupiniquim.

A insatisfação generalizada que começou em junho de 2013, travestida de 20 centavos, agora se desmascara em nossa frente. Sabemos festejar, brincar, ser simpáticos e cordiais, mas será que sabemos ser sérios, competentes, honestos, leais, verdadeiros? Será que não somos um bando de alegres que vivem enganados com um pouco de pão e circo? Essas são discussões que tenho visto e ouvido e que, confesso, nunca havia presenciado nas últimas décadas no Brasil. Parece que o Brasil está definitivamente acordando após o choque alemão. Se não conseguimos ganhar nem no futebol…???

Essa discussão pode e deve ser extremamente motivacional para o mundo empresarial. Será que realmente cumprimos o que prometemos a nossos clientes ou acreditamos que um bom discurso resolve tudo? Será que nos preocupamos seriamente com a qualidade do que fazemos? Será que a incoerência entre o discurso e prática, entre o que dizemos e o que fazemos não é um dos grandes fatores de nossos fracassos, de nossa baixa produtividade? Será que já não é hora de sermos mais sérios, cumprindo nossas tarefas, prazos, horários? Será que não é hora de fazermos planejamentos sérios que serão executados? Será que não é hora de cumprir o orçamento que fizemos? Ou até quando iremos nos autoenganar achando que sem planejamento e disciplina conseguiremos vencer neste mundo global e extremamente competitivo? Será que não é hora de mudar?

Temos tudo para acertar. Temos tudo para ser campeões não só no futebol. Você sabe disso. O mundo sabe disse. Os alemães e os milhares de turistas que aqui vieram nos disseram isso!

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Parceria de Sucesso “Carne Suína ABC e Arapé”

07-21Há mais de 10 anos, a Arapé Agroindústria e o Grupo ABC mantém uma parceria para levar ao consumidor uma carne suína com garantia de qualidade e procedência.

Recentemente entrou em veiculação uma campanha elaborada com objetivo de levar ao público em geral informações técnicas que destacam os benefícios que o consumo da carne suína traz para a saúde.

“A carne suína é a mais consumida do mundo (64%, contra 27% da bovina e 8% da carne de frango). O Brasil é uma exceção, pois ainda se tem aquele velho pensamento de que a finalidade principal do suíno era produzir banha para preparação e conservação de alimentos. Mas hoje todo o processo de criação e engorda dos suínos são controlados e inspecionados regularmente para garantir uma carne saudável e saborosa. A carne suína também se destaca pelo seu conteúdo de cálcio, fósforo e principalmente potássio, que tem importante função na normalidade da pressão sanguínea, por isso se torna fundamental nas indicações nutricionais de um hipertenso”, ressalta Roberto Magnabosco gerente da Arapé Agroindústria.

A carne suína ABC e Arapé é inspecionada desde a criação dos suínos onde são observadas as instalações adequadas, com um alto padrão de higiene e uma alimentação balanceada, seguindo todas as exigências dos órgãos de fiscalização. E também é monitorada durante toda sua cadeia logística, garantindo a qualidade do produto até chegar em suas mãos.

A carne suína ABC e Arapé já se encontra disponível em toda a rede de supermercados do Grupo ABC. Procure este selo e tenha certeza de estar consumido um produto de alta qualidade.

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Duas lições da Copa para nós das empresas

Profº Marins

Não entendo nada de futebol. O que quero discutir aqui são duas lições, de muitas que podemos tirar para nós, das empresas, sobre o Brasil nesta Copa do Mundo.

1. O fundamental papel da emoção para nós brasileiros.

É preciso compreender que nós, brasileiros, somos muito vulneráveis emocionalmente em situações adversas. A emoção toma conta de nós e não conseguimos ter o domínio da razão como seria apropriado, principalmente em situações difíceis. Assim, na empresa, é preciso que os dirigentes prestem muita atenção ao “clima emocional” de seus colaboradores. Muitas vezes, uma pequena adversidade ou derrota pode fazer com que toda a empresa perca o foco e passe a cometer erros impensáveis em situações normais. Conheço casos em que a perda de um cliente importante gerou a perda de vários clientes numa sequência inexplicável. Sei também de vários casos em que um colaborador com papel de liderança deixa a empresa e os que ficam, entram num estado de profunda depressão coletiva por um longo período. Todos nós conhecemos também a realidade de que no Brasil confundimos o erro com a pessoa que errou. Quando chamamos a atenção de alguém por um erro cometido, geralmente a pessoa toma pelo lado pessoal e não profissional, com sérias consequências emocionais, muitas vezes para toda a empresa. Tomamos o lado do mais fraco, muitas vezes, independentemente da razão.

2. A eterna busca de culpados quando ocorrem derrotas ou adversidades.

Temos uma forte tendência a buscar culpados quando as coisas dão errado em vez de trabalhar imediatamente na solução dos problemas. Ficamos abatidos e buscamos sempre alguém para culpar. De um minuto para outro, heróis viram vilões. O interessante é que o mesmo não ocorre nas vitórias. As vitórias são sempre produto da equipe, do grupo, da empresa. As derrotas, sempre atribuídas a pessoas. Isso faz com que as chefias tenham receio em tomar decisões arriscadas, muitas vezes fazendo a empresa perder grandes oportunidades. O medo de errar, pela crítica pessoal ao erro, faz com que a omissão passe a ser a regra. Buscar o culpado, muitas vezes nos desvia de agir em direção à solução.

Para nós, das empresas, não nos cabe discutir se isso tudo é bom ou ruim. O que temos é que desenvolver uma competente estratégia para trabalhar com essa realidade do Brasil e dos brasileiros.

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Oportunidade de Emprego

1 Psicóloga -RH- Amep
1 Jardineiro – Amep
1 lavador de veículos – Viação Campo belo
2 Cobradores – Viação campo belo
1 Motorista – Viação Formiga HAB. “D”
1 Frentista – Posto Prodoeste
1 Auxiliar de produção – Arapé
1 Suinocultor – Arapé Bambuí

Os interessados poderão preencher ou atualizar seus currículos na Rua Alexandre José de Oliveira, 330, Souza e Silva, Formiga (MG) ou enviar para o e-mail recrutamento@amep.com.br Contato: (37) 3329-1736

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Lançamento do Programa Plus

Logo Plus - Curvas11Os departamentos de RH e Comunicação do grupo Amep lançaram, há algumas semanas, o Programa Plus, voltado para a valorização dos colaboradores.

As atividades terão início no mês de agosto e serão desenvolvidas com foco nos pilares do programa, que são: desenvolvimento, integração, comunicação e reconhecimento. “Está sendo uma experiência ao mesmo tempo desafiadora e positiva a criação de um programa que visa valorizar e desenvolver os nossos colaboradores. A fase de estruturação está apenas começando, mas tem muito a crescer. Com passos pequenos e constantes, pretendemos trazer mais motivação e oportunidade de desenvolvimento para nossos colaboradores.” comentou Débora Gontijo, Coordenadora de RH.

O Plus tem o objetivo de desenvolver competências, melhorar desempenho, desenvolver lideranças e promover ações de melhoria do clima organizacional e dos processos de comunicação interna.

As ações serão planejadas de acordo com a demanda de cada empresa do grupo, respeitando sua individualidade e necessidades específicas. Estão previstos, além de treinamentos e capacitações, convênios e eventos para garantir aos colaboradores a satisfação de fazer parte da equipe Amep.

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Pessoas que nos cansam

Profº Marins

Diga a verdade: há pessoas que nos cansam e muito!

São pessoas que exigem atenção o tempo todo, que querem ser elogiadas o tempo todo, que desejam ser bajuladas o tempo todo. Quanta canseira essas pessoas nos dão!

São chefes, colegas, amigos e amigas que necessitam de atenção, que demandam holofotes sobre si mesmos, que fazem alarde sobre tudo o que fazem que se dizem as pessoas mais ocupadas, mais sofredoras, mais injustiçadas, mais inteligentes, mais tudo! Quanta canseira essas pessoas nos dão!

A necessidade de elogios, de reverências, de atenção são a sua marca. Ou elas estão em evidência ou não participam, não vão, não recomendam, ignoram. Quantas vezes somos obrigadas a conviver com pessoas assim nas atividades comunitárias, clubes de serviço, associações, sindicatos, clubes, no trabalho, etc.

Elas estão em todos os lugares e o seu desejo de aparecer, de serem admiradas e bajuladas não tem limites. Elas não percebem a canseira que dão às outras pessoas que têm que pensar nos detalhes de citar primeiro o nome delas, de colocá-las na primeira fila, de elogiar tudo o que fazem, o que dizem e até o que pensam. Do contrário, não contem mais com o dinheiro dela, com a colaboração dela, com o seu “inestimável apoio”. Conheço mesmo mães, avós, amigas que se não elogiarmos a sua receita como sendo a melhor que já comemos, elas se sentem ofendidas.

Com pessoas assim é melhor e mais fácil elogiar, falar bem, pois é isso que elas querem e quem é esperto sabe que não custa nada atender essa fraqueza de ego que essas pessoas têm, aumentando ainda mais os elogios e as reverências e dando a elas o holofote que tanto precisam.

Pense se você não é esse tipo de pessoa com exageradas demandas de atenção e elogios e que se irrita todas as vezes que não é citada, elogiada, colocada em evidência.

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Festa de São Cristóvão

Figura1 (3) 

 

 

 

No próximo dia 27 (domingo), o Posto Prodoeste, juntamente com o Sest/Senat, apoiará a tradicional “Festa de São Cristóvão”, padroeiro dos motoristas, que acontecerá na comunidade de Papagaios (Formiga-MG). Confira a programação:

09h Carreta saindo do Posto Prodoeste até a comunidade de Papagáios
10h Santa Missa
12h Almoço, churrasco e refrigerante
14h Futebol
16h Show com Nova Opção
19h Encerramento

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Oportunidades de emprego

1 Psicóloga RH – Amep
1 Jardineiro – Amep
1 Lavador de Veículos – Viação Campo Belo
1 Cobrador – Viação campo Belo
1 Lavador/Manobrista – Viação Formiga Hab.”D”
1 Frentista – Posto Prodoeste
1 Auxiliar de produção – Arapé
1 Suinocultor – Arapé – Bambui
1 Estoquista – Prodoeste

Os interessados poderão preencher ou atualizar seus currículos na Rua Alexandre José de Oliveira, 330, Souza e Silva, Formiga (MG) ou enviar para o e-mail recrutamento@amep.com.br Contato: (37) 3329-1736

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Vem aí o Arraiá da Amep

Festa JuninaOlá funcionários do grupo Amep!

Ocêis e  seus familiá num pode perdê a festança mais esperada do ano “O Arraiá da Amep”! Vai tê muita comida da boa, Show ao vivo, a quadrilha mais animada da região e um arrasta pé bão dimais. Será no dia 11/07 ás 19 horas na Afam. Isperamu ocêis tudo lá!

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Pare de cochichar!

Profº Marins

Há pessoas que têm o péssimo hábito de cochichar no ambiente de trabalho.

O cochichar que irrita as pessoas não é o simples falar baixo, é claro. O que se torna falta de educação é quando o cochicho significa falar mal de alguém em volume baixo ou fazer comentários maldosos sobre o comportamento de alguém.

Tenho recebido mensagens de nossos assinantes que dizem ser esse um comportamento que tem passado dos limites da normalidade nas empresas. Já ouvi relatos de reclamação de bullying por pessoas que se sentiram intimidadas pelos cochichos seguidos de risadinhas entre colegas de trabalho.

Tenho dito com insistência que é preciso redescobrir a polidez, a educação, os hábitos de simples respeito às pessoas – que tornam um ambiente mais civilizado. Afinal, passamos trabalhando a maior parte de nossos dias e a maior parte de nossos anos. É preciso lembrar que cochichar, no sentido de fofocar, é falta de educação.

Assim, se você tem alguma coisa a dizer a alguém, seja leal e fale diretamente a ele. A franqueza, com polidez e educação, demonstrará ser você uma pessoa diferente e confiável. Caso não tenha coragem de dizer, não fale a terceiros, não comente, não cochiche. Cuidado com as “rodinhas” de fofoca e cochicho na empresa, afaste-se delas.

Faça um esforço para acabar com o mau hábito de cochichar e falar mal dos outros, comentar sobre atitudes e comportamentos alheios e de ridicularizar as pessoas. Se você pensa ser muito melhor, diferente, especial, sem defeitos, saiba que poderá estar muito enganado(a) e até sendo motivo para cochichos de muita gente…

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário