“Não encontro sentido no meu trabalho”

Profº Luiz Marins

Muitas pessoas me dizem não encontrar sentido no trabalho que realizam e, portanto, não encontram motivação no que fazem, pois acreditam que seu trabalho é sem importância, rotineiro, que qualquer pessoa poderia fazer, etc.

Os estudos mais modernos têm apontado para o fato de que não é o trabalho em si que é importante ou sem importância e sim como ele é realizado. Assim, não há trabalho sem importância ou “menos importante”. Se ele não tivesse importância alguma, com certeza não precisaria existir. Se existe, é porque tem importância para alguém ou para a organização.

Esses estudos mostram que há pessoas que dão valor e veem um grande significado em realizar tarefas que outras pessoas desvalorizam. Embora a tarefa seja idêntica, a visão e a interpretação, mudam a percepção de valor de quem a faz. Pessoas felizes conseguem enxergar e entender o valor das pequenas tarefas diárias que muitas desvalorizam e fazem como um “peso” ou obrigação. É por isso que se diz, com muita propriedade, que “motivação” é uma “porta que se abre por dentro”. A sua maneira de encarar o trabalho e como o realizará é que o fará mais ou menos relevante.

Uma história muito conhecida é a de dois pedreiros construindo uma catedral. Ao serem perguntados sobre o que faziam, um deles respondeu que realizava aquele trabalho rotineiro e maçante de levantar paredes e rebocá-las. Já o outro explicou que estava ali construindo uma catedral que seria uma das mais belas obras de arquitetura e receberia milhares de fiéis e visitantes do mundo inteiro. Embora a tarefa de ambos fosse exatamente a mesma, a visão deles sobre o trabalho era totalmente diferente. O que os estudos mostram é que essa forma positiva de encarar o trabalho e a própria vida altera a percepção de felicidade das pessoas com consequente repercussão em seu sucesso pessoal e profissional.

Assim, por mais simples que seja a tarefa, procure fazê-la com essa postura mental. Faça bem feito, com atenção aos detalhes, com aquele sentimento de perfeição que fará sua autoestima aumentar. Pense nas pessoas que se beneficiarão com seu trabalho e então, acredite, começará a encontrar sentido no que faz. Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>