Processos, normas e procedimentos

Profº Marins

Uma empresa para funcionar bem e produzir com qualidade, tem que ter processos, normas e procedimentos definidos e que sejam respeitados por todos. Qualquer tipo de empresa, seja ela indústria, comércio ou prestadores de serviços de excelência, tem padrões que devem ser seguidos e esses padrões são transformados em processos, normas e procedimentos. Se as pessoas, em todos os níveis, não respeitarem as normas, a empresa vira uma verdadeira bagunça e a qualidade será totalmente comprometida.

Antes da definição de processos, normas e procedimentos, podem haver longas discussões, muitos debates, análise das melhores práticas existentes, etc. Mas uma vez definidos, eles terão que ser obedecidos e rigidamente seguidos por todos, sem exceção.

Conheço pessoas na empresa que não seguem os padrões, não respeitam os processos, as normas e os procedimentos dizendo que não concordam com eles. Ora, depois de definidos, não se trata mais de concordar ou discordar, mas de cumprir e de se fazer cumprir. O tempo da discussão já passou e até poderá voltar, mas enquanto as normas e procedimentos estiverem  vigentes, temos que cumpri-las e não discutir o tempo todo, pois isso afeta a qualidade e a padronização com sérias consequências para nossos clientes e para nossa marca.

Para seguir processos, normas e procedimentos é preciso muita disciplina da vontade. Com certeza haverá sempre várias formas de se fazer alguma coisa, mas quando não cabe a nós essa decisão, o que nos cabe é seguir a decisão tomada. É claro que ao vermos alguma coisa errada ou com a qual não concordamos, temos o dever de levar nossa opinião aos escalões competentes e mesmo propor mudanças nos processos. Mas, até que as mudanças sejam decididas pela empresa, só nos cabe acatar e seguir e, se estamos em posição de chefia, fazer cumprir. Sem o cumprimento rígido de processos, normas e procedimentos, não há qualidade.

Pense nisso. Sucesso!

Anthropos – Antropologia Empresarial
anthropos.com.br

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma resposta