luiz_marins_05_09

Um dos maiores erros que cometemos como brasileiros é confundir Pátria com governo – confundir o Brasil com aqueles que num determinado momento da história nós, o povo, elegemos para governar o Estado brasileiro. Com essa confusão não conseguimos ver o Brasil, nossa Pátria e por isso temos dificuldade em comemorar a “Semana da Pátria”. Com essa confusão na cabeça dizemos não ter o que comemorar diante de tantos problemas, tantas mazelas, tanta corrupção, desemprego, etc.

Ora, é preciso estar atento para a realidade de que não iremos, nem somos pedidos, nem mesmo devemos comemorar neste sete de setembro a “Semana do Governo” e sim a “Semana da Pátria”, do Brasil, que, é permanente e não transitório como os governos que, repito, nós, o povo, elegemos. E qualquer pessoa de bom senso sabe que temos muito a comemorar em relação à nossa Pátria, ao Brasil, mesmo que tenhamos muito pouco a comemorar em relação ao governo.

Somos a quarta maior democracia do mundo em número de eleitores, após a Índia, Estados Unidos e Indonésia (o maior país muçulmano do mundo, que realizou sua primeira eleição democrática somente em 2004). Todos os nossos governantes do Poder Executivo e Legislativo foram eleitos por nós. Nossas instituições são sólidas e estão funcionando, bem ou mal, e se há alguma culpa a ser atribuída pelos desacertos desses governantes é sempre importante lembrar que fomos nós, como povo, como maioria, que os elegemos para nos governar. Assim, por mais difícil que seja a vida num país democrático, todos os maiores estudiosos do mundo são unânimes em dizer que não há nenhum regime de governo melhor que a democracia, mesmo com todos os seus defeitos.

Assim, nesta semana da Pátria de 2015 temos que comemorar muito, principalmente com uma profunda reflexão sobre a importância de votarmos bem, de escolhermos bem nas mãos de quem colocaremos em cada eleição a gestão de nosso futuro. Só cabe a nós essa escolha. Temos que amadurecer como povo para que não nos deixemos enganar com mentiras e promessas que jamais serão cumpridas, alardeadas em campanhas milionárias feitas com dinheiro, muitas vezes fruto de corrupção.

Nosso Brasil é rico demais, abençoado demais. Nosso povo é bom demais, muitas vezes ingênuo demais. O povo brasileiro é honesto, trabalhador, leal, religioso. Nesta semana da Pátria não podemos confundir o Brasil com os maus brasileiros, com os corruptos, com os criminosos, com os mentirosos, com os que se aproveitam da boa fé das pessoas simples e humildes. O Brasil vale a pena! O Brasil merece o nosso amor e o nosso respeito! E a melhor forma de demonstrarmos esse amor é votar bem, votar com consciência, votar pensando no futuro do Brasil para que um dia sejamos o “País do Presente” e não somente um eterno País do Futuro.

Pense nisso. Sucesso. Feliz semana da Pátria!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma resposta